sábado, 8 de outubro de 2011

Sir Elton John

Nunca mesmo havia pensado em ir a um show do Elton John. Sempre gostei. Mas nunca foi, digamos, um sonho. Pois foi maravilhoso quando esse não sonho se realizou.
Aconteceu em um local extravagante como ele sempre gosta de ser: no The Coliseum, fabuloso teatro dentro do Hotel Caeaser s Palace, em Las Vegas. Eu já estava impressionada com a cidade toda - local de puro exagero em tudo, seja na estrutura, nos hotéis, na jogatina e na bebedeira de seus freqüentadores num ambiente que dispensa a informação de ser manhã, tarde ou noite. Mas quando Elton entrou literalmente brilhante no palco começaram alo quase duas horas de beleza. Daquelas inesquecíveis.
O piano que dá motivo à turnê One Billion Dollar Piano é um Yamaja criado por ele, percebe-se em um instante como eles nasceram um para o outro. Parecem uma só coisa que se transforma em música. Das boas. O som é perfeito, a conversa sempre interessante e até a alegria de ter de tornado pai está ali: em cada tecla e brilho.
Gentil, honrando seu título de Sir, homenageia as boas marcas que Elizabeth Taylor e suas lutas deixaram no mundo. Com competência, comanda uma sucessão de vídeos vistos no telão e até em seu magnífico piano. Feliz, agradece e vibra com cada reação do público. Pois sabe que está ali por ele e para ele.

3 comentários:

Patrícia Gomes disse...

Menina, estavas sumida. Que seja um retorno, pois adoro ler vc.

Cristiane Rogerio disse...

Brigada, Patricia!! Vou me esforçar mais! Bjs

Laura Fuentes disse...

Opa, 2012 entrou e nada de você de volta. Nós seus leitores, estamos te esperando. Que este ano você voe alto, querida.